A tecnologia tem, nos tempos que correm, um papel muito relevante no seio da pedagogia, daí a selecção deste título para classificar o meu blog.

.posts recentes

. Reflexão crítica acerca d...

. Potencialidades e Fragili...

. Portefólio Digital: um pe...

. ESPAÇO LUDO-ESCRITA

. As webquets: um instrumen...

. A resistência do Professo...

. O recurso dos professores...

. A caça ao tesouro: uma de...

. A renovação do ensino pas...

. MOODLE: uma comunicação e...

.arquivos

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

Segunda-feira, 19 de Junho de 2006

A renovação do ensino passa pela introdução da tecnologia e multimédia na educação!

 

      A caça ao tesouro é de facto uma ferramenta que coloca desafios estimulantes, só é de lamentar quando os professores não aderem a estas actividades, por considerarem que não vale a pena.

     O professor que aderir a esta nova forma de descoberta dos conhecimentos, está a caminhar para a renovação do ensino/aprendizagem, potenciando uma pluralidade de competências aos seus alunos.

     Estes dias, em conversa com uma colega, tomei conhecimento que ela estava a fazer uma formação (por créditos) em Tecnologias e Multimédia, e fiquei triste, para não dizer indignada,  quando ela me disse que as Caças ao Tesouro e as Webquests são uma "fantochada", acrescentando que ninguém iria aderir a essas ferramentas, muito menos ela.

    De facto, esta colega não está a ser sensata, pois não percebe que a renovação do ensino passa por estas actividades enriquecedoras,  através das quais os  alunos  são capazes de  se motivarem, na medida em que há uma conciliação de recursos pedagógicos com programas multimédia, tornando esta forma de aprendizagem mais apelativa e motivadora.

       Assim sendo,  mais do que reconhecer que ela estava errada, tentei elucidá-la acerca das vantagens da caça ao tesouro e da webquest.

       Então, fi-la compreender que  estes recursos  permitem que o aluno seja um construtor activo do seu conhecimento, centrando-se num método de ensino que apela à descoberta e ao construtivismo.  Aquando da execução destas tarefas, o aluno será capaz de ampliar os seus conhecimentos, sem quaisquer resquícios de entediamento, visto que a pesquisa é orientada e, por conseguinte, o aluno não se sente tão à deriva, porque as actividades estão estruturadas de tal forma que  norteiam o rumo da sua aventura.

     Na caça ao tesouro e na Webquest

          Há uma descoberta  constante,

               E se quer cativar os seus alunos,

                  O professor deve estimulá-las a cada instante!

                                                               

 

sinto-me: Triste, mas motivada.

publicado por supersusana às 21:29

link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Paulo Alves a 3 de Julho de 2006 às 17:25
Olá, Supersusana ! Não ligues ao que te dizem Nem te mostres indignada Só mesmo quem não percebe nada Pode dizer tais tolices. Continua a rimar Põe em versos o teu estudo Ninguém te vai parar Contigo, os alunos aprendem tudo. Bom trabalho!


De Português 8E a 12 de Julho de 2006 às 18:28
Olá Supersusana!
Concordo com o Paulo…
Há mentes abertas e mentes fechadas, há gente trabalhadora e gente preguiçosa, há bons e maus profissionais em todos os ofícios… Penso que o nosso papel, até como supervisores pedagógicos que (quase) somos, é tentar atrair os colegas para a reflexão sobre as suas práticas e consequente reformulação destas, que foi exactamente a atitude que empreendeste.
Se, de facto, estamos perante espíritos escuros, com ideias obtusas, paciência: perdeu-se uma batalha mas não se perdeu a guerra!
Continua assim: com o teu entusiasmo, iniciativa e vontade de trabalhar, só não te acompanha quem não puder… pode ser este o caso da tua coleguinha; já pensaste nisso?
Superbeijinhos


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

18
21
22

24
25
26
27
28
29

30
31


.links

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds